terça-feira, 19 de outubro de 2010

Trapézio sem rede


Tomei uma decisão!

Abrir um negócio meu, só meu. Onde possa dar asas à minha criatividade, capacidade de comunicação com o público e gerir a minha própria vida profissional (já que sempre foi o meu objectivo desde que fui para o Curso de Turismo...)


Mas existe um probelma! Um problema pequenino....muito pequenino... NÃO TENHO MONEY, guito, carcanhol, massa, cheta, papel, DINHEIRO!! Ou seja teria que recorrer a apoios que AINDA exitem.

Mas das duas uma: abro o negócio, corre tudo lindamente e sou feliz para sempre. Ou então abro o negócio, corre tudo mal e enterro-me viva em dívidas...

Também há a opção de não me meter em aventuras e deixar-me estar na minha vidinha comodista, a trabalhar num ramo que não é o meu (estou numa ourivesaria...) e quando for mais velha olhar para trás e culpar-me por nunca ter tentado....



Sinto-me como se fosse cair num abismo e ao mesmo tempo como se realizasse o sonho da minha vida!

7 comentários:

Nokas disse...

É um risco!!´Tens que avaliar bem a situação e ver se tás disposta a correr esse risco!!
Força :)

L de Leão disse...

Arrisca!!
E dá tudo de ti para que corra bem.
Se não der certo...bem, só vale a pena começares se acreditares no teu projecto, por isso essa parte nem se coloca agora.

beijinho ;)

Mary G. disse...

Olá Boa noite!
Também estou a tirar Turismo no Inp e estou francamente a pensar ir para o Brasil abrir uma agência de viagens.Já te leio à tanto tempo e não sabia que tinhas este curso.Em que area do turismo gostarias de trabalhar?

Cinderela disse...

Olá

Estou numa situação semelhante à tua...

Trabalho há dez anos na mesma empresa (desde os 18 anos), tenho um salário razoável, mas não me sinto nem feliz nem realizada com aquilo que faço. Ando completamente desmotivada e a única coisa que me apetece é largar tudo para ir atrás do meu sonho.

Gostaria de criar o meu próprio negócio, mais precisamente, um gabinete de tradução, pois foi nesta área que me licenciei ( e adoro), mas com tanta crise e desemprego no ar falta-me a coragem para tal ... já ando há meio ano nisto e, quanto mais penso, pior é, porque mais indecisa/insegura/ansiosa fico.

Por isso, com base na minha própria experiência, aconselho-te a não pensares mas sim a agir. Se é esse o teu sonho agarra-o sem olhares para trás.

Desejo-te tudo de bom

B'jinho

Guga disse...

Se eu fosse a ti arriscava, vais ver que vai correr tudo bem!!!

S E R E N I T Y disse...

Babe!
Revejo-me nas tuas palavras!
Tirámos o nosso curso para quê né?
Beijokas e força!
Conta cmg para o que precisares! =)

Simples e Elegante disse...

Quem não arrisca não petisca!
Faz um estudo de mercado e vê se realmente poderia ser um bom negócio!